O Antes de um lançamento: Entrevista à Autora Orquídea Polónia

2019, Conversa entre Autores

Já vamos na quarta publicação dedicada à conversa com os nossos autores. São portugueses e fazem por vingar no nosso mercado e com ele crescer. Porém, para a entrevista desta semana queria algo diferente. Acontece que sabia que o lançamento do segundo livro da Orquídea teria o seu lançamento nesta semana, e com isto sabia que tinha de fazer algo. Que teria de trazer para aqui o contributo de uma autora sobre temas importantes e sentimentos, nomeadamente ligados aos dias antes do lançamento. Fiz as perguntas, enviei e foi com ânimo e deleite que li cada resposta desta autora. Curiosos por a conhecer? Sem mais demoras, apresento-vos então a Orquídea Polónia, autora do livro Flashback – Memórias Esquecidas (2016),que lança agora pela Cordel d´Prata o thriller Os Corvos – No Trilho da Vingança.

Entrevista ao autor Roy Dias

2019, Conversa entre Autores

Quando no início do ano vos falei de novidades para a Conversa Entre Autores não estava a brincar. E aqui está a primeira: ao longo deste primeiro semestre pretendo dar-vos a conhecer alguns dos autores com quem mais tenho contacto e que me ajudaram igualmente na versão 1.0 da rubrica. Posto isto, a entrevista de hoje diz respeito ao autor Roy Dias. Tendo já publicado três livros – dois pela Amazon e em inglês -, e o terceiro em português e pela editora Cordel d´Prata, tê-lo aqui era uma obrigação. E irão perceber o porquê!

Não esperem por algo curto. É uma entrevista diferente, completa e que vos deixará apaixonados pela história, garanto-vos!

Entrevista à autora Lauren Lewis

Conversa entre Autores

Quando no início do ano vos falei de novidades para a Conversa Entre Autores não estava a brincar. E aqui está a primeira: ao longo deste primeiro semestre pretendo dar-vos a conhecer alguns dos autores com quem mais tenho contacto e que me ajudaram igualmente na versão 1.0 da rubrica. Posto isto, a entrevista de hoje diz respeito à autora Lauren Lewis. Esta autora portuguesa, e que assina com um pseudónimo, irá publicar o seu primeiro livro (e dividido em duas partes) com a minha editora, a Cordel d´Prata. Desta forma, e não roubando mais a atenção que quero dar a esta nova autora, segue-se a entrevista que tive com ela no passado dia 19 de fevereiro. Não esperem por algo curto. É uma entrevista diferente, completa e que vos deixará apaixonados pela história, garanto-vos!

Entrevista ao Blog “The Choice”

2018, Entrevista, Esquecido

Já vos falei em muitos projetos e questões ligadas à escrita aqui no blog. Algo até intensificado desde o ano passado. Com isto, hoje e neste início de ano, quero dar-vos a conhecer uma nova entrevista que dei.

Esta foi dada à autora Rita Correia, estando publicada no seu blog literário “The Choice“. Foi uma oportunidade única para voltar a reencontrar a Rita e também para falar de algo tão importante nos dias de hoje: a leitura.

Obrigado, Rita, pelo convite e pela iniciativa. É sem dúvida fantástico e mal posso esperar também por ler novamente algo teu.

Para lerem a entrevista basta seguir a ligação que se segue:

Entrevista | Diogo Simões

De Autor Para Autor: Entrevista a Letícia Brito (Vídeo)

2018, Conversa entre Autores, jovem autor, vídeos

Bom dia, leitores! Depois de muitos teasers por meio das minhas redes sociais, assim como da autora, finalmente vos revelo esta entrevista.

Como sabem, tenho investido em vídeos de modo a conseguir chegar a outro tipo de público. Todavia, o propósito é sempre um: falar sobre a escrita, autores e explorar o meu trabalho de uma maneira diferente.

Confesso que estou muito entusiasmado com esta entrevista. De Autor para Autor, acabo por fazer as perguntas que sempre quis fazer: desde as perguntas básicas, assim como àquelas que, por vezes, alguns autores podem ficar reticentes em responder. Posto isto, nesta entrevista a convidada foi a autora Letícia Brito, que publicou recentemente o livro “O dia em que chegaste” – cuja crítica já se encontra aqui no blog.

Curiosos? Venham conhecer a autora, mais sobre a criação da história e do feedback que tem recebido!

 

Esquecido: Entrevista à Rádio

2018, autor, Diogo Simões, drama, Entrevista, escrever, escrita, escritor, Esquecido, Exclusivo, história de amor, jovem autor, jovens escritores, Lançamento, ler, livros, Notícias, Novidades, Obra, Romance, Série, Sentimentos, Sentimentos Escritos, Suspense, Texts e Pensamentos
Bom dia 🙂
Hoje estarei em entrevista na Rádio Província FM (100,8) entre as 18h30-19h!
 
A Rádio abrange a Bairrada e outros concelhos dos distritos de Aveiro, Viseu e Coimbra; faixas dos distritos de Leiria e Guarda; autoestradas A1, A25 e outras vias.
 
26239988_1997884610227664_2457740184408683652_o

Entrevista ao Blog: Fixação Literária (Brasil)

autor, blogs de jovens escrtiores, Chiado Editora, Diogo Simões, drama, Entrevista, escrita, escritor, livraria, Livraria Cultura, Notícias, Novidades

Boa noite meus leitores,

Fala aqui o vosso desaparecido, é verdade! Sei que não tenho estado muito presente aqui no nosso espaço, mas nestas férias decidi deixar a minha cabeça descansar. Descansar para me preparar para o trabalho que terei nas próximas semanas com o Esquecido. Espero assim conseguir dar-vos mais feedback do que se passa deste lado no decorrer das próximas semanas 🙂 .

Contudo, apesar desta ausência, dei no passado mês uma entrevista ao blog Fixação Literária, que foi hoje publicada! Podem ler aqui!

Nessa entrevista, em que agradeço ao Iago pela oportunidade, respondo às perguntas:

capturarComo foi a experiência de publicar um livro ainda tão jovem?

E sobre o livro “O Bater do Coração”, como você poderia resumir em cinco palavras o livro para nossos leitores?

Qual o enredo do livro?

O que você gostaria de dizer para os leitores que você pode ganhar aqui no Brasil?

Soube que você está a preparar um novo livro. Poderia nos contar um pouco mais sobre ele?

Espero que gostem e boas leituras 😀

Se vivem no Brasil, podem comprar O Bater do Coração:

– no site da Chiado Editora (basta mudar a moeda, no canto superior direito);

Livraria Cultura

– Livraria da Travessa

Em Portugal podem comprar nas livrarias, e ainda:

–  Chiado Editora
–  Boa Leitura
–  Wook
–  Bertrand

–  Fnac

 

Entrevista ao Blog da Escritora Letícia Brito

2016, autor, blogs, blogs de jovens escrtiores, Diogo Simões, Entrevista, escrever, escrita, escritor

Boa tarde leitores,

Como estão?

Venho aqui partilhar com vocês a entrevista que dei para uma rúbrica do blog da escritora Letícia Brito. Espero que gostem 🙂

✍ Como te iniciaste na escrita?

A escrita apareceu na minha vida bastante cedo… Era eu um mero aluno do 5º/6º ano quando começava já a imaginar histórias e a escrevê-las. Lembro que na altura depois não tinha grande paciência para as continuar, pelo que ficavam sempre nos seus estágios iniciais, mas foi então em 2009 que tudo começou. Foi um ano depois de ter saído o famoso jogo de simulação Sims 3. Estava maravilhado com as histórias que podia criar no jogo, e pensei: e se eu começar a escrever essas histórias? E foi assim que fiz. Rapidamente comecei a congeminar com a minha cabeça o que poderia fazer e, foi então a janeiro de 2010 que estreei a série Traição, juntando à escrita, algumas imagens que eram tiradas por mim no jogo. Como se fosse uma história ilustrada online. Tinha 29º capítulos e um blogue dedicado a ela, bem como trailers para os leitores saberem o que esperar. E foi assim que comecei. Depois nem conseguia parar. Foram histórias atrás de histórias. Desde o romance, até ao fantástico e policial. Foram mais de 9 séries criadas, 8 blogues projetados, trailers, capítulos, temporadas e até finais alternativos. Só consegui parar em 2012 por o tempo que tinha tornar-se cada vez mais curto. Como devem imaginar, criar tudo isto, era algo bastante trabalhoso, apesar de ser feito com gosto… Mas foi em 2012 que consegui arranjar tempo, coragem e inspiração para escrever o meu livro: O Bater do Coração, que viria a ser publicado em 2014.
✍ Ficcionas aquilo que escreves ou os teus escritos tem também conotação pessoal?
Continua a ler aqui

 

#Entrevista à Escritora Letícia Brito (2ª Parte)

2016, autor, blogs, blogs de jovens escrtiores, Entrevista, escrever, escrita, escritor, jovem autor, jovens escritores, ler, livros

Boa tarde leitores,

Como estão?

Pois bem, hoje venho apresentar-vos a segunda parte da entrevista à escritora, bloguista e fotografa, Letícia Brito:). Depois de termos ficado a conhecer o seu percurso na escrita bem como as suas aprendizagens, hoje ficaremos a conhecer um pouco mais desta jovem escritora 😀 Espero que gostem.

Para os que não leram a 1ª parte, podem encontra-la aqui.

11ª Com que frequência escreves?

Escrevo todos os dias. Seja para atualizar o blog, preparar uma história nova, rever o meu primeiro livro ou para enviar para as colunas das plataformas onde me encontro inserida. Aproveito para partilhar, que tenho um projeto “É um segredo” que consiste no envio de histórias de vida e desabafos de pessoas que mantenho no anonimato, e a partir das quais escrevo as minhas crónicas, inspirada em relatos reais. De um desses relatos, surgiu “A minha melhor amiga suicidou-se”, que integrou a plataforma Capazes – Associação Feminista – da Iva Domingues e da Rita Ferro Rodrigues, em menos de um mês, esse mesmo relato, escrito pela minha mão, atingiu mais de 18 mil visualizações. Estou sempre a escrever, nem que sejam coisas sem qualquer importância ou relatos como este, que chegam a milhares de pessoas, pessoas essas que se sentem abaladas com eles, e se reveem ou conhecem alguém que já se encontrou naquela mesma situação.

IMG_0388.JPG12ª No meio de histórias, contos, crónicas, ou até mesmo as publicações no blog, alguma vez te faltou a inspiração? Como passas o bloqueio de escritor?

Escrevendo. Acho que a melhor forma de superar o bloqueio de escritor é nos forçarmos a nós mesmos a escrever. Nem que saia uma mistura de palavras desconexas, após libertar-me desse transe, pego no que escrevi quando a inspiração faltava e refaço.

13ª Esta pergunta acho inevitável tendo em conta a tua paixão pelas palavras: qual a melhor coisa em ser uma escritora?

O meu lado filósofo, realista e sonhador. Entendo que os heróis falham e que os finais felizes, quer na ficção ou na realidade, requerem tempo. E os finais não tão felizes, acontecem para o pior e para o melhor. Não espero perfeição de ninguém, aliás na narrativa da vida, os defeitos das personagens são interessantes. Tal como nos livros bons não existem personagens perfeitos, e os problemas temperam as histórias, o mesmo acontece na vida. Nós escritores não gostamos de heróis invencíveis, sobretudo queremos que antes de mais, eles sejam humanos e o público se identifique.

14ª No teu blog referes os autores que te inspiram, podemos com isso deduzir que lês bastante? Qual o género literário com que mais te identificas?

Leio bastante, de facto. Gosto de ler qualquer género, porque acho que o importante é ler, alimentar o cérebro, aumentar os níveis de conhecimento. Mas identifico-me com o romance e o drama. Apesar de nutrir uma paixão inigualável pelo género fantástico e pelos romances históricos e policiais.

15ª Gostavas de escrever noutro género literário, para além do registo do teu livro?

Gostava e escrevo noutro género, para o público infantil. Inicialmente com a página achei que não faria sentido publicar coisas dedicadas aos mais pequenos, porque tinha um registo fixo e se escrevia para os adultos não fazia sentido mudar, mas aliada à página criei o blog e estou a ponderar essa possibilidade, tornando a minha escrita acessível a todos.

16ª Como vês o mundo da literatura no nosso país?

Pouco valorizado. Em Portugal só vinga filho de fulano, parente próximo de sicrano, ou conhecido de beltrano. É preciso ter nome e é lamentável, autores publicam mais facilmente e conseguem mais oportunidades se tiverem conhecidos. Então nós jovens autores precisamos de aliar o nosso talento ao marketing e fazer por nós mesmos, o trabalho que as grandes editoras se recusam a fazer.

17ª O que costumas fazer nos teus tempos livres?

Costumo ler, escrever, fotografar e estar com o meu afilhado. Sou apaixonada por crianças, tenho a minha sobrinha a morar na Costa do Marfim e o meu tempo era mais preenchido quando ela vivia comigo.

18ª Está, nos teus tempos livres, a busca de um “sucessor” ao teu livro, ou já tens algumas ideias?

Tenho mais ideias do que deveria. Acho que o problema é exatamente esse, tenho tido diversas ideias e não sei em qual me agarrar, sou uma pessoa indecisa. Não posso começar duas obras ao mesmo tempo, e também não sei qual delas escolher, de qualquer das formas, são ideias sólidas e aos poucos vou trabalhando em cada uma delas, até decidir: agora é esta!

19ª O que nos conta o teu sorriso?

O meu sorriso conta que tenho enfrentado grandes batalhas dentro de mim, mas que as tenha superado, e que o sorriso é a prova de que sou uma sobrevivente. Todos temos um caminho a trilhar e o meu começou agora, mas não tenciono parar tão cedo.

 

Podes visitar a escritora em http://leticiabritooficial.blogspot.pt