Capitã MARVEL – O 1º Filme da MARVEL protagonizado por uma mulher

2019, Filmes & Séries

Estamos em março, no mês do dia da mulher. Num mês igualmente sombrio pelo acentuar de notícias sobre a violência doméstica sobre mulheres, com contornos bizarros a serem postos a público a cada notícia. Este é um tema do qual me tenho debruçado imenso. Que me tem acompanhado desde a licenciatura até o agora. Parece que nada mudou, que só piorou, é certo. Porém, pequenas mudanças vão acontecendo. Mudanças que acredito que ajudam a dar o protagonismo que a Mulher merece por tudo aquilo que consegue.

Peço desculpa, desde já, por estar a tocar em assuntos sensíveis e estar a compará-los com um filme. Mas, sendo sincero, acho que é preciso. Especialmente porque ainda há países onde as mulheres vivem sem direitos, com medo, com salários desiguais “ou simplesmente” com receio de serem mulheres por meio das suas oportunidades e segurança. Uma vez que somente 10% dos filmes da Marvel reproduziram cenas com mulheres, a importância deste filme (assim como todos os outros que se têm feito), assumem papéis importantes naquilo que é o consumo do audiovisual e que se pode traduzir para eventos de cultura POP e ajudar na desmistificação de muitas questões ligadas às desigualdades sociais existentes entre sexos. Como a Capitã Marvel saiu na quarta, era mais que justificado pegar nele. Contudo, o título em si é já traiçoeiro. E porquê? Porque em Portugal achou-se por bem traduzir Captain Marvel para Capitão Marvel. Pessoalmente, não acho correto. Não só se demonstra um desconhecimento da língua inglesa – que não atribui género – como é desrespeitador para o tema do filme e para o paradigma cultura que pretende transformar.

Filmes Que Não Quero Perder (2018|2019)

Filmes & Séries, jovem autor

Olá! Novembro acabou de chegar e já estou aqui a fazer contas à carteira já que teremos, nos próximos meses, filmes que sem dúvida me vão obrigar a ir para as salas IMAX aqui do Porto. Mas como quero passar à ação, vamos lá conhecer os filmes pelos quais não posso esperar para ir ver:

446807_pt

Tenho de confessar que não vi os filmes anteriores, e muito menos li os livros desta acalmada saga Millennium! A diferença neste livro, adaptado agora pela Sony Pictures, é que não foi escrito pelo seu criador, mas sim por David Lagercrantz. Como fiquei um fã tremendo da Claire Foy pela sua atuação na série da Netflix (e também produzida pela Sony Pictures Television), The Crown, estou muito curioso para ver este filme.

Estreia a 8 de novembro.

 

 

338952

 

Dos filmes que mais espero, claro está, é a continuação do filme de há dois anos: Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los. Nesta sequela começamos a perceber melhor o plano que a autora e argumentista, J.K., tem para esta saga de cinco filmes e este promete assim ser uma sequela digna de seu nome e capaz de fazer delirar os fãs de Harry Potter pelas múltiplas referências e explicações que começam a aparecer…QQ

Estreia a 15 de novembro.