Citações Favoritas

 

Sabes aquelas frases fantásticas com que nos deparamos quando lemos? Pois bem, aqui podes encontrar aquelas que encontro nos livros que vou lendo.

Tens também as tuas citações/passagens favoritas? Partilha-as nos comentários 🙂

Atualizado a 22 de Abril de 2014 – 20:30

—————-

“- Uma vez disseste-me que as palavras têm o poder de nos mudar – continuou ele. – As tuas palavras mudaram-me, Tess, fizeram de mim um homem melhor. A vida é um livro e eu ainda nem metade li; faltam-me mais de mil páginas. Gostava de as ler contigo antes de morrer…”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Escuta, Will. Eu vou-me embora, mas não vou morrer. Continuarei sempre a teu lado quando lutares. E quando caminhares por esse mundo, serei a luz ao teu lado, o chão firme sob os teus pés, a força que impulsiona a espada na tua mão. Nós estamos ligados por um juramento. As Marcas não alteram nada, assim como o juramento; limitam-se a dar palavras a uma coisa que já existia.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Sim – disse ele com amargura -,talvez noutra vida qualquer, depois de cruzarmos o rio, depois de a roda girar por completou ou lá o que vocês dizem para descrever a morte. Voltarei a encontrar o meu amigo, o meu parabatai. Mas acontece que acabo de te perder agora, quando mais precisava de ti.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Nem sempre mudança significa perda, Will”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Ave atque vale. Saudação e adeus para sempre, irmão.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Através de muitos mares, irmão, venho a esta triste campa prestar a minha última homenagem aos mortos.

Saudação e adeus para sempre, irmão.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Não sei o que vou fazer sem ti.

– E eu pergunto a mesma coisa a mim mesmo. Não quero deixar-te, não consigo deixar-te, mas, se fico, morro.

– Não. Não fiques, Jem. Promete-me que vais. Vai, torna-te um Irmão Silencioso e vive. Dir-te-ia que te odeio se isso te fizesse ir. Quero que vivas, Jem, mesmo que isso signifique nunca mais te ver.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“O meu coração chora, mas a minha alma alegra-se.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“-Tu disseste que eu sou um homem bom, mas eu acho que não. E além disso estou catastroficamente apaixonado por ti.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Amo-te tanto, tanto, que quando estás ao pé de mim esqueço-me de quem és, esqueço-me de que pertences a Jem. Para pensar o que estou a pensar neste momento, tenho de ser a pior espécie de pessoa do mundo”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“-Eu amava Jem e ainda amo. Ele também me ama, mas eu não sou de ninguém, Will. O meu coração é meu, não podes controlá-lo. E eu também não o controlo.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Não insistas para que te deixe, pois onde tu fores eu irei contigo e onde pernoitares, ai ficarei; o teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus. Onde morreres, também eu quero morrer e ali serei sepultado.

Que o Anjo me trate com rigor e ainda o acrescente, se até mesmo a morte me separar de ti.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“O coração de Jónatas ficou unido ao de David e Jónatas começou a amá-lo como a si mesmo. Então David e Jónatas estabeleceram um pacto pois este amava David como a si mesmo.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Quando duas pessoas se amam, os seus corações juntos têm mais força do que o ferro ou o bronze.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Penso que ainda há esperança para ti, Will Herondale.

– Tentarei aprender a tê-la sozinho, já que não te tenho a ti para me ensinar.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- A convicção de que eras melhor do que pensavas, de que não precisavas de estar sempre a punir-te. Eu sempre te amei Will, fizeste tu o que fizesses e agora preciso que faças por mim aquilo que eu não posso. Preciso que sejas os meus olhos, que sejas as minhas mãos, que sejas o meu coração.

– Não – replicou Will, meio descontrolado. – Não, não, não. Recuso-me a fazer isso. Os teus olhos hão-de continuar a ver, as tuas mãos vão continuar a sentir e o teu coração vai continuar a bater.

– Will…

– Se eu pudesse dividir-me ao meio, dividia. Metade ficava contigo e metade ia atrás de Tessa…

– Metade não serve para nenhum de nós – retorquiu Jem. – Não confio em mais ninguém para ir atrás dela, mais ninguém daria a própria vida para salvar a dela. Mesmo que não soubesse o que sentes por ela pedia-te na mesma que a salvasses porque sei que o teu coração é gémeo do meu. Wo men shi jie bai xiong di: nós somos mais do que irmãos, Will.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

 

“- Mas tu és o meu parabatai. Se sofres, tenho obrigação de te diminuir o sofrimento.

– Isto é a única coisa em que não me podes consolar.

Jem abanou a cabeça.

– Mas como não me apercebi? Eu senti que as barreiras em volta do teu coração estavam a desmoronar-se e pensei que sabia porquê. Sempre achei que carregavas um fardo e soube que tinhas ido ter com Magnus. Na ocasião pensei que precisasses da magia dele para te libertares de um qualquer sofrimento  de culpa, mas, se soubesse que tinha sido por causa de Tessa, nunca lhe teria declarado o meu amor.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Apesar de a minha alma estar na escuridão, acabará por se elevar para a luz; amei demasiado as estrelas para ter medo da noite.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“De onde veio estar dor primitiva que me leva a amar um ser que tem de morrer?”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Não me abandones agora, Will. – (…)

– É claro que não. Nunca te deixarei ficar mal, a ti ou a ele. É claro que vou continuar a ajudar. Só que…

– Só que o quê? – (…)

– Lembras-te do que te disse naquele dia na sala? Eu quero que tu e ele sejam felizes. No entanto, quando entrares naquela igreja para casares com ele, estarás a caminhar sobre o meu coração despedaçado, Tessa. Eu dava a minha vida por cada um de vocês, dava a vida pela vossa felicidade. Quando me disseste que não me amavas, pensei que os meus sentimentos ficariam atrofiados, que acabaram por desaparecer, mas não, tornaram-se cada vez mais fortes. Neste momento amo-te mais do que nunca e dentro de uma hora amar-te-ei ainda mais.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Esperança não é ilusão.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Eu não percebo nada de música, Jem, (…)

– Não – (…) – Eu não estou a falar dessa música, estou a falar… – Jem emitiu um som de frustração, levou a mão da jovem ao peito e ela sentiu-lhe o coração. – Cada coração tem a sua própria melodia – disse ele. – Tu sabes a minha.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Haverá alguma coisa mais brilhante do que a luz?

Haverá alguma coisa mais escura do que a noite?

Haverá alguma coisa mais aguçada do que um machado?

Haverá alguma coisa mais suave do que a cera derretida?

 

A verdade é mais brilhante do que a luz,

A falsidade é mais escura do que a noite,

A vingança é mais aguçada do que um machado.

E o amor é mais suave do que a cera derretida.”

 

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“Que o Amor abrace a Dor para que ambos não se afoguem,

Que as trevas continuem trevas.

Mais vale ficar ébrio de dor

Do que dançar com a morte para vencer a vida.”

– em a Princesa Mecânica de Cassandra Clare

“Eu era um monte de cinzas, mas tu incendiaste-me.”

– Princesa Mecânica, Cassandra Clare

“- Sou capaz de estar a apaixonar-me por ti – diz, com um pequeno sorriso. – Mas vou esperar por uma certeza para te dizer.”

– Divergente, Veronica Roth

“- Mas agora só podemos deixar que a culpa nos leve a fazer melhor da próxima vez.”

– Divergente, Veronica Roth

“Onde fores, irei, onde morreres, morrerei e serei enterrado. O Anjo que o faça por mim se a morte nos separar.”

– Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

“A minha casa,agora, és tu.”

– Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

“Aparece-me em sonhos e verás

Que no dia seguinte já estou melhor.

Porque a noite é que paga

Os desesperos do dia.”

– Matthew Arnold, em Príncipe Mecânico de Cassandra Clare

“- Não devias pedir desculpa por não poderes retribuir o que sinto.”

Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

#3

“O coração humano tem tesouros escondidos,

Em segredo, em silêncio selado;

Os pensamentos, as esperanças, os sonhos, os prazeres,

Cujos encantos se perderiam se revelados.”

– Charlotte Brante, em Príncipe Mecânico de Cassandra Clare

“- Nós somos duas pessoas que fizeram um pacto.

(…)

– Um pacto que diz que não podes ir a lado nenhum sem mim.

– Até à morte – replicou Jem. – Foram essas as palavras do juramento. – “Até que a morte nos separe.” Um dia destes, Will, mais cedo do que mais tarde, vou para onde tu não me podes seguir. Já alguma vez perguntaste a ti próprio por que razão quis ser teu parabatai?

– Não tiveste mais ofertas? (…)

– Pensei que precisavas de mim – respondeu o outro. – Tu ergueste um mundo à tua volta e eu nunca te perguntei porquê. Mas ninguém deve carregar um fardo demasiado pesado sozinho. Pensei que me deixarias entrar se fosse teu parabatai e que terias, pelo menos, alguém a quem te encostar. Perguntava a mim próprio o que significaria a minha morte para ti e tinha medo dela por ti; tinha medo que te sentisses só dentro desse muro.”

Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

“-(…) Suponho que estou a pedir-te perdão pela minha falta de consideração. Toda a gente comete erros, Jem –  terminou, baixando o tom de voz.

– E tu mais do que a maioria das pessoas.

– Eu…

– Tu magoas toda a gente que conheces.

– A ti não – murmurou Will. – Magoo toda a gente menos tu. Nunca te quis magoar.”

Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

“- Vim para aqui para fugir. Vim para aqui para esquecer tudo. Pensava… Pensava que não tinha nada a perder.”

– Linger, Maggie Stiefvater

“Ai de Mim! Eles eram amigos na juventude;

mas as más-linguas podem envenenar a verdade;

e a constância não vive entre nós;

e a vida é espinhosa; e a juventude é fútil;

e a ira evenena-nos o cérebro contra aqueles que amamos.

Disse palavras de desprezo

E insultou o seu melhor amigo…

E separaram-se para sempre.”

Príncipe Mecânico, Cassandra Clare

“Quero que saibas que foste o último sonho da minha alma… Desde que te conheço que sou atormentado por remorsos e que ouço vozes antigas, vozes que eu pensava estarem caladas para sempre. Veio-me à ideia voltar a lutar, começar de novo, sacudir a preguiça e a sensualidade,  recomeçar a luta interrompida. Um sonho, é tudo um sonho que acaba em nada.”

– Charles Dickens – Um Conto de Duas Cidades, em Príncipe Mecânico de Cassandra Clare

“- Vou fugir de casa e entrar para um circo. (…) Espera, eu já vivo num circo.”

– Confissões de uma Suspeita de Assassínio, James Patterson

“- Foi sempre esse o meu plano – admiti. – Um plano intrincado e ardiloso. Como vês, tenho mais de ladrão do que de cavalheiro.”

– O Medo do Homem Sábio, Patrick Rothfuss

“- Porque não temos mais ninguém – respondi. – Nem eu. Se não olharmos um pelo outro, quem olhará?”

– O Medo do Homem Sábio, Patrick Rothfuss

  “Sim. Tinha defeitos, mas que importará isso para o coração? Amamos o que amamos. A razão não se intromete. De muitas formas, o amor menos sensato será o mais verdadeiro. Qualquer um conseguirá amar uma coisa “porque”. É tão fácil como guardar um tostão no bolso. Mas amar alguma coisa “apesar de”, conhecer os defeitos e amá-los também, é algo raro e perfeito.”

Sangue-Do-Coração, Juliet Marillier

#4

“- Ouviste?

– O suficiente para perceber que logo à noite vamos a uma festa – respondeu o lobisomem. (…)

– Suponho que vais ser o meu par – disse Simon, metendo o telemóvel na algibeira.

– Aceito, apesar de estar seguro da minha masculinidade – replicou Jordan. – É melhor vestires qualquer coisa melhor.               Quero-te todo bonitão – acrescentou ele.”

A Cidade dos Anjos Caídos, Cassandra Clare

“- Break a lag – disse este com um sorriso perverso. – Eu estou aqui, se for preciso partir a de alguém.”

A Cidade dos Anjos Caídos, Cassandra Clare

“Até à próxima ocasião em que nos veremos, feliz encontro, feliz despedida e feliz reencontro.”

Despertada, Kristin Cast , P. C. Cast

“Tu no meio das tuas flores, és a coisa mais bonita que já vi.”

Magia de Sangue, Tessa Gratton

 “-Adoro quando me chamas isso – admiti. – É real.”

Magia de Sangue, Tessa Gratton

“- Toda a beleza tem o seu lado negro. Não há Céu sem Inferno.”

A Resistência, Gemma Malley

 “-Todos cometemos erros; sem isso, não aprenderíamos nada.”

A Resistência, Gemma Malley

 “- Sê sensata, Anna. Tens de ser. Preciso de ti. Somos nós os dois, juntos. Sem ti não consigo Anna. Por favor, não me deixes.”

A Resistência, Gemma Malley

 “- Como queiras (…) sabes onde é a porta da rua.”

A Resistência, Gemma Malley

 “- Então a natureza também cria novas células. A diferença é que o faz criando seres novos e não regenerando os velhos.”

A Resistência, Gemma Malley

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.