O Caderno do Diogo: Como Chegar à Criação da História?

Antes de se começar a escrever, é importante perceber aquilo que queremos contar. Qual é o propósito da ideia que nos fervilha na cabeça? O que é que envolve? Quais são as suas personagens?

São muitas as perguntas que temos na cabeça e que devemos responder. Mas antes disso, é importante também falarmos da prática e de como o podemos fazer. E é disso que vos falarei hoje!

Continuar a ler “O Caderno do Diogo: Como Chegar à Criação da História?”

A minha memória favorita da infância

Quando tive a ideia para esta publicação, parte de mim ficou contente por saber que iria ficar por uns tempos como rascunho. Mas o tempo passou e dei-me conta de que agora, com o findar do ano, estava na altura de eu próprio refletir sobre a minha memória favorita e de como isso me moldou enquanto escritor. Porque sim, isso aconteceu!

Continuar a ler “A minha memória favorita da infância”

A minha estante!

Hoje vou dar-vos a conhecer a minha estante. A estante principal, claro está, já que qualquer leitor tem sempre livros espalhados pela casa ou, até mesmo, emprestados. Como tenho sempre comentários de pessoas que gostam dela, hoje vou falar-vos de como a mantenho organizada. Após isso, quero eu conhecer as vossas! Pode ser?

DSC_1495

Em primeiro lugar vou pedir desculpa pela qualidade da fotografia. A verdade é que os dias estão bem escuros para Leiria pelo que obter aquela luz natural que faça dar cor e definição aos pixeis, estava complicado.

Mas vamos lá conhecer!

Continuar a ler “A minha estante!”

“Um De Nós Mente” – Crítica

dsc_1499.jpg

Sempre ansiei por ler este livro. A capa foi a primeira coisa que vi a atrair-me, seguida do seu título e das suas promessas. A história também, assim como as personagens únicas que me aliciavam. Todavia, o livro falhou, para mim, em entregar aquilo que pretendia…


Não me levem a mal. A história é única e com contornos fascinantes e que abordam temas muito importantes como a depressão, as redes sociais, a opinião da sociedade, assim como certos temas tabus como a toxicodependência e homossexualidade. Todavia, e apesar da credibilidade em cada uma destas histórias, era notório na primeira parte do livro, de que nenhum dos quatro tinha cometido o crime. E, se dissecarmos o título, todos eles mentiam, na verdade.

Continuar a ler ““Um De Nós Mente” – Crítica”

O Caderno do Diogo: O Contrato

Após o sucesso do primeiro post da rubrica, dei conta de que algo de importante ficou de fora. Todavia agradeço esse facto, pois levou-me a ter conversas com múltiplos autores amigos e conhecidos que me incentivaram a abordar algumas das questões mais importantes!

Com isso, e sem mais demoras, apresento-vos o vídeo complemento a este post e que tem estreia para as 21h. Ou seja, daqui a uns minutos. Preparados? Podem inclusive interagir no vídeo e fazer perguntas. Estarei por lá para alimentar a conversa.

Acompanha e discute em direto. Volta ao post para ler sobre a investigação!

Em suma, é importante:

  • Guardar todos os e-mails e verificarem se tudo o que vos prometeram, se encontra lá presente de alguma forma. Clara, de preferência.
Continuar a ler “O Caderno do Diogo: O Contrato”