Eu na Feira do Livro de Lisboa

É um título um pouco presunçoso, mas atendendo a que o objetivo é passar a mensagem, acho que serve. Desta feita, serve esta publicação e a de sábado como lembretes da minha presença na Feira do Livro de Lisboa. Vai ser no pavilhão da editora Cordel d´Prata – E17 -, que estarei das 11h30 até às 13h. O tempo parece que virá a ajudar, pelo que não há desculpas para não virem conhecer o Esquecido. Prometo que não mordo e estou lá para autógrafos ou simplesmente conversar sobre esta história. Continuar a ler Eu na Feira do Livro de Lisboa

Outubro

DSCPDC_0003_BURST20181001165059096_COVERE chegou mais um mês de 31 dias em que, apesar das 24 horas a mais, parece que o tempo continuará a não chegar!

E é a verdade! Neste mês de setembro dei por mim a dividir as minhas 24 horas entre leituras, tempo no blog, projetos próprios dos quais não vos posso ainda falar, bem como voluntariado, uma Sociedade que surgiu e que irei falar dela quando for oportuno, e uma tese! Sim, leram bem: uma tese!

Provavelmente muitos vão achar algo super banal, ou esperado para um mestrado. Contudo, quando me inscrevi no Instituto de Serviço Social do Porto, tive sempre em mente realizar no último ano, um estágio. E porquê? Porque o mercado de trabalho o parece exigir. E não só ele, mas eu também.

Quando saímos da licenciatura temos sempre todos os sonhos do mundo. Que vai ser tudo fácil, rápido. Que iremos encontrar logo um bom emprego, que conseguiremos sair da casa dos nossos pais para, anos mais tarde, termos já a nossa família composta. Pronta para qualquer aventura que esteja ao virar da esquina. Todavia, se existe curso que nos prepara para a realidade da nossa sociedade e nos ajuda a refletir sobre a mesma, é a licenciatura de Serviço Social, assim como o mestrado em que estou.

Continuar a ler “Outubro”