Fui ver O Pintassilgo

Como se comporta o vencedor de um prémio Pulitzer no ecrã?

Analisar O Pintassilgo pelo olhar de quem leu o livro, anos atrás, não é tarefa fácil. Mas é quando olho para os números de bilheteira que compreendo, que tal como o livro, o drama não é para todos. Isto acontece por algumas razões, outras de passo, outras de argumento. Todavia, é inquestionável como O Pintassilgo faz jus, não só ao significado da pintura, como da obra.

Este deslumbre ocorre logo pela direção e argumento, que transportam o espetador, quer para o passado, como para o futuro. Porém, se encontramos filmes em que essas transições têm significados ou valores questionáveis, em O Pintassilgo, essas ocorrem com significado, drama e suspense. Não só é um retrocesso que explica o presente, como ajuda a compreender as diversas dimensões da construção humana – algo que Donna Tartt (a autora), tão bem faz nas sua obras.

Continua a ler…

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.