O que gostei de escrever em junho

Julho chegou, e quase não dei conta. Não o esperava. Aconteceu tanta coisa no que toca ao desenvolvimento da minha tese, que fiquei absorto no pensamento. Nem sei como tenho conseguido sequer tempo para ela, o blog, escrever e ler. A ginástica parece uma perícia, mas nem sempre é fácil. Mas por meio deste exercício, o que gostei de escrever em junho?

O drama de uma tese

As Feiras do Livro e os Novos Autores

“Trajetórias” – Qual o seu propósito social?

Young-Adult e New-Adult: Para quê?

5 Anos d´O Bater do Coração

Celebrar Portugal pela Cultura

O poder da escrita

Os Gritos do Silêncio – Conto

Junho, mês da Feira do Livro de Lisboa, foi para refletir da nossa cultura, assim como do drama em escrever uma tese e da minha primeira (e única) história online interativa (Trajetórias). Comemorei igualmente os 5 anos do meu primeiro livro e essa nostalgia foi até vista ontem, por vocês.

Mal posso esperar por julho e por vos tentar surpreender em conteúdo útil e prático.

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.