O poder da escrita

Falo muitas vezes da escrita. De como foi escrever um momento, livro ou publicação, ou até mesmo do que senti e do seu propósito. O mesmo para o quotidiano de quem lê; pensamos no que gostamos, não gostamos. Acabamos de ler uma coisa e passamos para outra. Mas será que no meio desta jornada, pensamos no poder que a escrita tem? Foi o que tentei descobrir ao longo destes meses e cheguei a três conclusões importantes:

Estrutura o pensamento

Pode parecer estranho ou ridículo, mas à medida que vamos escrevendo, a forma como o nosso pensamento se estrutura é altamente influenciada. Porque não é só a estrutura em si; o sabermos qual o começo, meio e fim. Mas também a conjugação de fatores como o sentido crítico e capacidade de introspeção. Algo que nos permite sermos mais atentos num mundo onde o acesso a conteúdo e informação é maior e muitas das vezes torna-se difícil sabermos validar ou compreender o lado lógico do que está escrito. Obviamente que também nos permite ser mais humanos, com uma maior capacidade de vocabulário e de estruturar um discurso.

Imaginação

Acredito que quando se fala em imaginação, todos pensamos no lado depreciativo, da expressão: “tens muita imaginação, tu”. Parece algo digo com uma conotação tão negativa, que arrisco-me a dizer que para a maior parte da população, só é correto ter imaginação – e falar dela – quando somos crianças. Fora isso é visto como tabu. Mas isso é tão, mas tão errado. Porque reparem, não é só ter o poder de criar histórias, personagens, diálogos. É termos a capacidade de pensar fora da caixa. Resolver problemas. Olhar por um diferente prisma. É a imaginação e criatividade que se aliam para nos dar isto. Porquê renegar? Porquê a desvalorização?

Colocar no lugar dos outros

Este ponto está muito ligado ao anterior e a capacidade de ao imaginar, conseguirmos meter-nos no lugar dos outros. De imaginar como é a situação. Estar com os seus pés e olhos e perceber o que os sentidos e vivências nos contam. É sem dúvida das coisas mais difíceis e nem todos conseguimos fazê-lo. Mas não custa nada, e só nos torna mais humanos, interessados, e com uma valorização da nossa empatia.


É certo que, tirando estes fatores, sabemos como a escrita e leitura tem grandes vantagens já cientificamente comprovadas. Mas será que conseguimos elevar estas três que vos apresentei? E para vocês: qual o poder que vem da vossa escrita?

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.