Sobrevivi à Maldição da Chorona

É certo que o título do filme seria assim se existisse uma tradução fiel ao conceito. Mesmo que A Mulher Que Chore não vá ficar chateada, tenho de confessar que estava ansioso por ver este filme na Festa do Cinema que hoje termina. Foram três dias com bilhetes a 2,50€ e sendo amante de cinema, não poderia deixar passar a oportunidade.

A sala não estava propriamente cheia, mas estava composta e pronta para assistir a um derivado da saga The Conjuring. E com referências à parte, AMEI o filme. Eu próprio estou surpreso por vos dizer isto de um filme de terror, mas surpreendeu-me. Imenso.

Desde já, achei a história fantástica. Foi um filme que quer nos deu as origens da identidade, como o posterior a isso. As questões eram colocadas e eram logo respondidas, fazendo com que o filme se dedicasse em exclusivo ao terror, suspense e saltos na mistura.

As personagens são adoráveis, assim como a dinâmica. Temos bastante interação e não senti em qualquer momento aborrecimento. O passo da história foi fabuloso. A caracterização o mesmo, já que seria impossível não existir e ser bem feita para um filme destes. Aliado a isto, temos uma banda sonora forte. Quer desde o início provocar algo ao espetador e consegue-o. Senti-a afastada dos filmes de que é inspirada, o que me agradou logo. Porém, a maior surpresa veio com a Mulher Que Chora em si. Ao contrário de filmes como A Freira, Annabelle ou A Invocação do Mal, a identidade aqui é sempre sentida e presente. Ou seja, enquanto que nos filmes que referi ela aparece em alguns momentos e o argumento procura antes que o espetador a sinta mesmo sem aparecer, dando aquele medo palpável, aqui a forma como esta identidade se envolvia com as personagens, levou-me a adorá-la. A cena final em especial, fiquei surpreso. Não esperava aquele momento tão raro visto nos filmes. Foi de certa forma comovente, e esse sensação raramente se transpõe num filme deste género.

Hoje é quarta-feira e ainda vão a tempo de saborear este terror. Acredito que vão gostar!

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.