Jogo Literário “Eu Nunca”

Olá leitores. Estava eu a vaguear pelo YouTube quando me deparei com um novo vídeo da Beatriz, detentora do canal Os Suspiros da Bea. Há algum tempo que não via vídeos desta youtuber, mas assim que me dei conta de que era um jogo literário, não tirei os olhos do ecrã. Como me diverti a valer neste clássico jogo do “Eu Nunca” reinventado pelo canal da Patrícia Rodrigues. Sei que ficava melhor em vídeo, mas como não tenho tempo para estar a gravar-me vezes sem conta – face à minha falta de prática -, e para editar o vídeo, decidi trazer para o blog.

Este jogo consiste em 20 afirmações começados por “Eu nunca”, da qual terei de responder se sim ou se não. Por cada resposta afirmativa da minha parte, perco um ponto dos vinte. Animados? Vamos lá!

20 FACTOS DE LEITORES (20 Pontos):

1. Eu nunca comecei um livro, mas não terminei

Aqui perco já um ponto. Já comecei, pelo menos, uns quatro livros que depois nunca terminei. Um foi Os Maias, passando para O Memorial do Convento, para depois ser um do James Patterson e por último um que era alusivo à continuação de diferentes contos infantis. Claro que durante a infância foram ainda mais, já que lia pela capa e não tinha propriamente um hábito de leitura. Mas vá, não me julguem!

19 pontos

2. Eu nunca saltei partes / capítulos de um livro

Não! Uau! Até me sinto mais animado por estar na segunda pergunta e não perder nenhum ponto. Nunca saltei partes e nunca percebo como é sequer possível de o fazer. Claro que não estou a contar os livros lidos em sala de aula – como Os Maias.

3. Eu nunca li partes do texto mais à frente para saber o que ia acontecer

Não. Quer dizer, pelo menos de forma intencional. Acontece que às vezes, ao tentar saber quantas páginas faltam para o fim, dou por mim a ler sem querer duas palavras dessa página. Mas é só por aí e nunca vou mais longe.

4. Eu nunca vi quantas páginas tem o capítulo que estou a ler ou que vou começar

EHHH! Claro que já. Quero dizer: quem nunca? Acontece-me muito quando o capítulo é longo ou me está a custar a passar. Acaba por ser uma forma de decidir quando interrompo, ou não, a leitura.

18 pontos

5. Eu nunca espreitei o final da história para saber como termina

Não. Conheço quem o faça, mas nunca tive curiosidade para o fazer. Só pela leitura completa da obra. Acho que estraga a experiência, mas também tenho noção que pode aumentar o interesse pela história por querermos saber como é que aquilo tudo se deu.

6. Eu nunca li mais do que um livro ao mesmo tempo

Lá vou eu novamente. Já li mais do que um livro ao mesmo tempo e não gostei. Não achei produtivo. Não era sequer por me distrair ou esquecer, mas sim porque dava mais destaque a um, do que a outro.

17 pontos

7. Eu nunca comprei uma trilogia ou série completa de uma só vez

Estou a esforçar-me ao máximo a vasculhar a memória, mas não. Muito por conta dos custos associados. No máximo, posso comprar as duas partes de um mesmo volume, mas isso nunca me aconteceu.

8. Eu nunca comprei mais do que uma edição do mesmo livro

Também não. Por acaso tive diferentes edições de um mesmo livro – O Guardião Invisível -, mas porque uma me foi dada e outra emprestada. O mais engraçado é que foi pela mesma pessoa.

9. Eu nunca cheirei os livros na livraria

Eu já os cheirei, apertei, abracei, namorei e fotografei. Que raio de pergunta, não é mesmo? E mesmo que agora me esteja a virar para o Kobo, adoro fazê-lo.

16 pontos

10. Eu nunca dobrei o canto de uma página para marcar onde ia

Não. Nunca fui fã de o fazer, e acontece que prefiro rasgar uma folha de um caderno, usar um recibo ou até uma caneta para marcar, do que dobrar. Acho um autêntico crime.

11. Eu nunca usei a orelha do livro para marcar onde ia

Claro que já. E detesto. É algo que é bom quando estamos nas primeiras… 10 páginas? Mas depois torna-se algo nada prático.

15 pontos

12. Eu nunca gostei mais da adaptação cinema/tv do que do livro

Já! E já vos falei disso. Aconteceu com o Harry Potter. Como vi os filmes muito antes de ler os livros, quando os li, fiquei bastante desiludido. Achei a escrita muito idêntica entre os vários livros e pior: muitas das personagens completamente detestáveis. Sorry not sorry.

14 pontos

13. Eu nunca me arrependi de ter visto uma adaptação TV/cinema de um livro

Não, nunca me arrependi. Consigo muito bem saber que uma adaptação é isso mesmo: uma adaptação. O máximo que pode acontecer é ficar desiludido por as alterações que foram feitas inviabilizarem o sucesso. Agora arrepender, nunca.

14. Eu nunca gostei mais da continuação de uma trilogia/série do que do primeiro livro

Confesso que tenho deixado as séries e trilogias de lado para me focar em histórias singulares. Mas claro que já. Muito porque o primeiro livro acaba por ser bastante introdutório. Exemplos disso são o Harry Potter e a série (nada gigante) da Casa da Noite.

13 pontos

15. Eu nunca planeei as leituras do mês

Já, e tenho-o feito. Muito por conta de estar num clube de leitura e termos temas mensais. Desta forma vou sempre planeando de acordo com o tema ou género. Porém, também acontece planear e nada se concretizar. É mesmo mais esta última…

12 pontos

16. Eu nunca inventei uma desculpa para não emprestar livros

Nunca! Se conheço a pessoa fico muito feliz de lhe emprestar. Fico com o coração nas mãos, mas é um voto de confiança que faço. A leitura deve ser algo acessível a todos. Porque não ajudar nisso?

17. Eu nunca sublinhei / escrevi num livro

Claro que já! Mas atenção, somente os académicos. Ou então sublinhar e meter aqueles belos papeis-autocolante de notas. Acaba por ser mais prático, em especial em livros técnicos. Ajuda não só na concentração mas para referências ou trabalhos futuros.

11 pontos

18. Eu nunca chorei a ler um livro

Não, não. E se foram lágrimas. Acho que o primeiro livro que chorei a sério foi com A Melodia do Adeus. Aquele final, em que a personagem tem um determinado destino e em que percebo o título do livro… Levou-me a chorar que nem uma madalena durante a noite. Acho que ainda hoje, ao pensar, choro.

10 pontos

19. Eu nunca deitei fora um livro

Já! Confesso que antes de escrever a palavra inicial estava convicto de que não, mas lembro-me de em miúdo ter um livro de contos infantis que tinha um cheiro a vomitado nojento. Por mais que andasse a rebolar lá por casa, acabou por ir para o lixo. Era impossível de aguentar.

9 pontos

20. Eu nunca li um livro na casa-de-banho

Ultima pergunta, já? Bem, fico muito feliz de ter chegado ao final com 9 pontos, porque não. Nunca li na casa-de-banho. Nunca achei prático e confesso que não tenho paciência para lá ficar sentado. Tenho demasiadas coisas a fazer para isso, como ler um livro no conforto de um sofá.

9 PONTOS

Tenho de congratular a Patrícia por criar este jogo original, algo fantástico e que vem da imaginação própria do ser humano. É tão fantástico esta capacidade de bricolagem que temos, que até fiquei a pensar que outros jogos se podem adaptar para o mundo dos livros. Há um muito giro, feito no Encontro de Youtubers e Escritores no Porto, que é adivinhar o nome de um livro por emoji. Mas como isso acaba por ser mais interessante jogando aos pares e em vídeo, prometo pensar em algo mais diferente e exequível. Mas e vocês? Qual a vossa pontuação final? Quero saber de tudo.

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.