Quando alguém especial lutou contra o cancro…

Estou no Porto. Está frio e um tempo nublado que me faz desejar pelos gloriosos dias de verão. É certo que não gosto do verão, mas sinto saudade dos dias grandes, e de não sentir um frio capaz de me fazer gelar os ossos. Mas foi no meio deste tempo que decidi falar deste assunto. Que, após falar com a minha pessoa especial, e de esta se sentir confortável por abordar isto, decidi falar-vos disto. De vos contar como foi lidar com o a luta do meu melhor amigo contra o cancro.

Já lá vão longos meses desde que isto aconteceu. Um ano, talvez? Talvez uns meses mais? Não sei já ao certo, o que sei foi o que sofri ao ser sempre otimista, e deparar-me com das piores doenças da humanidade. Sabia que tinha de ser forte. Que tinha de saber reinventar-me para apoiar esta pessoa e a fazer sorrir, ter vontade e força para lutar. Em enfrentar não só os dramas laborais como um tratamento cansativo. Ou até algo mais físico, como a queda de cabelo ou mudanças no corpo. Nada foi fácil. Nada foi bonito. A única coisa realmente grandiosa foi, e é, o valor da amizade.

Nos dias de hoje parece que o valor que damos aos nossos amados, quer sejam amigos ou relações amorosas, é escasso. Esquecemo-nos de fazer manutenção às nossas relações, e só quando mais precisamos, compreendemos quem está verdadeiramente lá para nós. E foi o que fiz. Estive ao longo desta batalha, juntamente com esta pessoa, dia após dia. Mês após mês. E entre preces, lágrimas e sofrimento escondido, as semanas foram passando. Os meses foram dando lugar a novas batalhas e, consequentemente, conquistas.

Quando vim para o Porto estava longe de imaginar que teria de aprender só a enveredar pela minha independência. De aprender a cozinhar, gerir uma casa, despesas, aliado ao estudo, a uma tese, a voluntariado, a uma sociedade, e à escrita. Nada disto se comparou à trajetória que a minha vida me levou ao ponto de me fazer dar valor aos meus amigos. De os amar profundamente e de ver o que a vida tinha de melhor.

Sofri muito em silêncio. Muitas vezes um sorriso ou palavra otimista era, na verdade, um grito silencioso e fechado a sete chaves. Mas tinha de ser. Não poderia ser de outra maneira! Porque com estas situações, para além de percebermos o valor da vida, percebemos o que é o respeito. A liberdade. A escolha, ou as escolhas. Que por muito que queiramos que uma pessoa lute de uma forma, é ela que sabe o que aguenta. E é nela que temos de confiar, confiando em nós para lhe ajudar a ultrapassar as consecutivas batalhas para se vencer a guerra. É esperado que se percam algumas, mas a vitória final é a mais saborosa. Neste campo tenho de agradecer à escrita, de como me ajudou. Como me motivou, como foi o meu desabafo, a minha cúmplice, mesmo quando eu não compreendia. Porque a verdade, nestes casos, é mesmo essa: não compreendemos. É demasiado difícil…

A imaginação também é algo que ajuda, por sabermos olhar para o outro e conseguirmos imaginar-nos nos seus pés. Mas não só: o saber fracassar. Fracassarmos nos nossos pensamentos, e sabermos que nem sempre tudo corre como deve de ser. E que aquilo que tememos pode acontecer a cada um de nós.

Lutar contra qualquer doença, é desgastante. Frustrante. Mas se nos soubermos ladear das pessoas que mais confiamos e nos querem bem, as coisas podem ser mais fáceis. Ou menos sofridas. Podem ter mais valor, que consequentemente aumenta a nossa auto-estima e defesas. Assim, para quem esteja a ler isto e conheça quem luta e ajuda nesta luta: parabéns. És uma grande pessoa, juntamente com a tua pessoa. A jornada será grande, imprevisível, mas esperança não é ilusão e isso é mais do que necessário. Vais descobrir o valor em coisas que julgavas serem garantidas, para no final de um dia, um sorriso, uma lágrima de alegria ou de tristeza olhada de ferente, valer mais do que qualquer outra coisa.

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.