A Autora Que Me Inspira ( #TheBibliophileClub )

Quando no início do mês vos falei que um dos desafios do The Bibliophile Club era falar das mulheres que nos inspiram, eu desde logo decidi que teria de falar desse tema associado à escrita. Era lógico para mim. E é por isso que agora, neste final de mês e já longe do Dia da Mulher – porque deve ser todos os dias-, vos venho falar de uma que me tem inspirado no meu percurso quanto autor. Será que a conhecem?

Tenho quase a certeza de que sim. Afinal de contas, já foi por diversas vezes que falei nela. Falo, claro, da Colleen Hoover. Conheci esta autora por causa da minha madrinha – claro, a Mulher que me levou a ler -, e desde logo fiquei rendido aos seus livros. Li o Confesso, passando depois para o Amor Cruel, 9 de Novembro, Uma Nova Esperança, Um Caso Perdido, Isto Acaba Aqui, Without Merit (publicado somente este ano em Portugal – A Ilusão de Merit), All Your Perfects e Verity. Cada um me rende, me apaixona. Mas o que me faz apaixonar por esta autora? Porque é que ela é uma inspiração para a minha carreira?

Bem, a resposta passa muito pela sua formação. A autora é formada na mesma área (Serviço Social) que eu e trabalhou na área das Crianças e Jovens em Risco. Como tenho a componente do Serviço Social e o mestrado que agora tiro, completa-me de uma forma doida o facto de com uma história, estar a fazer já uma intervenção pelo poder da imaginação. De fazer o leitor imaginar o que são situações de desigualdades e problemas sociais. Comecei isto em Esquecido, mas só no meu terceiro livro a ser publicado e futuros, irão conseguir perceber melhor como esta autora me deu um propósito.

Mas depois existe a forma como escreve. Sendo voltado para o público jovem-adulto, a autora transborda para os seus livros momentos e sentimentos eróticos, quer para com a vida, quer com a sexualidade própria da idade. Com isto, ela aborda temas como a violência doméstica, do namorado, o stalking, a dificuldade em ter filhos, a depressão, os sem-abrigo, as longas distâncias, os refugiados, crises do casamento, e por aí fora. E depois dessa excitação dá-nos momentos tão, mas tão marcantes, capazes de nos angustiar, que a considero das autoras mais completas de sempre.

Não obstante isso, ainda tem um grupo no Facebook da qual faz parte mais os seus leitores. Nele dá-se voz às palavras, e à ajuda, com dádivas mensais de livros para quem não tem possibilidade de os comprar, ou então de leitores que tenham conhecimentos práticos em certos temas, se entreajudarem. E é tão, mas tão bonito. Mas há mais: a autora norte-americana tem uma livraria, no Texas, onde os livros doados e assinados pelos autores, revertem a favor de causas sociais. Além do mais, tem também um projeto familiar que resulta de uma subscrição de livros autografados e que o dinheiro angariado é doado para os que mais precisam. Até ao momento, desde 2015, foram doados mais de $1,000,000, algo como 887 150,00 €. Não é fantástica?

Obrigado, Colleen Hoover, por seres quem és, e à TopSeller, por ter trazido esta autora a Portugal, e espero que o continuem a fazer. Os livros dela são completas obras de arte e sociais que, para além de nos fazer escapar da realidade, nos faz refletir sobre a mesma e perceber que toda a história tem diferentes perspetivas.

Without Merit | All Your Perfects | Verity

Reviews no blog

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.