Quanto custa um obrigado?

Talvez seja a resposta de um milhão de euros para alguns. Outros podem já a saber, mas, agora a sério: quanto custa um obrigado? Qual é o seu preço?

Andamos sempre numa azáfama, que das coisas que mais nos esquecemos em muitos dos casos é de dizer obrigado. De agradecer a alguém pela ajuda que nos deram, pela orientação, pela presença, por nada dizerem, por uma direção ou até por um presente. Ao longo da minha infância lembro-me que me custava agradecer. Que ficava envergonhado, corado como um pimento, pela palavra que teria de pronunciar. Mas como é que uma palavra tão simples tem um peso tão grande?

Acho que a resposta a isso está mesmo naquilo que referi em cima. No termos de nos lembrar quer a nós, quer à outra pessoa, que estamos grato por ali estar. Pelo seu ato ou atitude. Mas até que ponto, nos dias de hoje, o fazemos pessoalmente? Até que ponto, custa dizer obrigado de forma verbalizada e corporal?

Ultimamente parece que vejo ser mais fácil à sociedade o agradecimento por meio de uma mensagem, de um gosto, de uma partilha ou comentário. O obrigado parece ter virado obrigação online, mas e quando se está pessoalmente? Quando não temos um ecrã entre os outros? Será que com isto, se encontra o preço de um obrigado? Será que o que custa é o dar-nos aos outros genuinamente sem qualquer preconceito ou vergonha?

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.