Hoje é Dia do Bolinho!

Acho que ninguém pode ter noção de como estou alegre, nostálgico, ao ter escrito este título. Guardo com tanto carinho esta data que hoje, mesmo em adulto, me lembro desta tradição…

Esta tradição não acontece em todo o território nacional, mas o Dia do Bolinho, ou do Pão-por-Deus, consiste em grupos de crianças a pedirem pelas ruas das suas localidades, o bolinho ou, lá está, o “Pão-por-Deus”. A típica frase que as crianças gritam “Ó tia, dá Bolinho?” é o mais característico nestes bandos que andam pelas ruas. Sempre de sacola na mão, e ou com irmãos mais velhos ou pais a acompanhar, as crianças vagueiam até perto da hora de almoço de porta em porta. Num frenesim e gargalhadas que ecoam pelas ruas.

Na minha altura era frequente combinarmos na véspera onde se encontrava todo o grupo. Éramos geralmente seis, pelo que dava sempre pano para mangas. Mas era divertido e estávamos felizes após a reunião. Eram dezenas as campainhas a que tocávamos, assim como as escadas que subíamos. Naquela altura não havia lugar para paragens ou manifestações de cansaço. Nada disso! Só depois do almoço. Era nessa altura que abríamos as nossas sacolas de pano personalizadas e começávamos a separar tudo o que tínhamos recebido: desde o tradicional bolo da época, assim como frutos secos, chocolates, chupas-chupas, rebuçados e, em alguns casos, dinheiro. Lembro-me que na altura em que o Tamagotchi invadiu Portugal, comprei o meu com dinheiro que conseguira neste dia. Fui sem dúvida uma criança feliz naquele dia e adorava saber onde está tamanha preciosidade numa altura em que os nossos jovens não sabem como eram as nossas interações uns com os outros e com a tecnologia em si. Numa época em que se queríamos enviar uma música a um amigo, não poderíamos afastar mais que cinco metros ou então, se usássemos infravermelhos, mais que uns meros centímetros…

Fui crescendo, e com isto assisti ao que foi a minha geração acompanhar os irmãos ou até primos, como no meu caso. Ainda foram algumas as vezes que fui com o meu irmão, que ia com as minhas primas ou amigos da escola. Era uma verdadeira animação. Hoje fica a recordação dos chocolates que recebia (as caixinhas de pintarolas eram as minhas favoritas), assim como dos caramelos. Confesso que nunca fui amante do bolo do Bolinho (Pão-por-Deus), mas é com saudade que lembro estes tempos. A aventura que era, quer fizesse chuva ou sol. Ou até das pequenas zangas que aconteciam entre crianças ou aspirantes a jovens quando não nos conseguíamos a decidir que rumo tomar no bairro.

Ainda neste dia, durante a tarde, era costume ir com os meus pais e avó ao cemitério, recordar o meu avô. Decorávamos (decoramos) o jazigo de flores, como muitas outras famílias, e neste momento familiar acabava este dia. Doce, amargo, feliz, mas saudoso.

Mas e vocês? Conhecem esta tradição? Como era na vossa altura ou localidade?

Um pensamento sobre “Hoje é Dia do Bolinho!

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.