Vai mais uma ronda? – Crónica 9ª

Alô, alô, alô!

Saudades minhas? Eu bem vos disse que iria voltar por isso vamos lá começar a festa e voltar em grande! Sei que provavelmente não sabem mas este verão foi aquele mítico verão em que dei aquele salto enorme para o segundo quarto de século! Sim é verdade. Este Carrie Bradshaw masculino celebrou os 25 aninhos. Claro que foi um dia como outro qualquer. Sejamos sinceros, só entre nós, todos os anos em que é o nosso dia de aniversário, desejamos apenas que seja um dia que passe rápido e que não nos lembre que estamos cada vez mais perto de bater a bota. Mais uma vez, estou a brincar e sabem bem disso. Mas vamos lá contar o dia e ver se conseguem acompanhar o meu raciocínio!

Primeiro que tudo, não ter que trabalhar no dia de aniversário é apenas a melhor coisa de sempre! Não ter aquela preocupação de acordar cedo, arranjar-me bonitinho, fingir que está tudo bem e que não tenho aquele desejo interno de morrer, sabe sempre bem. Por isso, o dia só podia correr bem não é? Claro que sim! Então estavam à espera de algo triste?! Não! Depois quem me conhece sabe que sou FANÁTICO por Game of Thrones. Tipo gente, haverá série melhor? (Iremos falar disto no futuro mas por agora, deixam-me ser feliz, sim?). Então qual o meu espanto (e em modos de surpresa), em que uma das prendinhas foi claro a edição especial do Monopoly de GOT?! Amei claro. Aquele grito de menina histérica saiu e claro todos os agradecimentos foram dados e, obviamente, tive que arrasar com o primeiro uso do jogo. Depois do habitual pequeno almoço fora mas desta vez num sítio novo, lá se passou o dia.

Final do dia em grande com uns copos no sítio do costume com os colegas de trabalho e ainda um jantar com uma das minhas grandes amigas, e gente, vocês não estão a entender! Quando digo que eu sou a Carrie, ela é a personificação da Samantha e, vocês sabem que, somos as bosses do sítio! Bem tirando o jantar e ainda uma minifesta surpresa, podemos dar o dia como finalmente terminado.

Eu sei que não parece nada. Mas vou vos contar algo. Desde os meus 18 aninhos que não celebro o meu aniversário. Aliás, desde que vim viver para o Norte, que a minha vida mundana não tem sido o estrelato que fora antes. E sim, sinto saudades, e por isso mesmo a vontade que o dia passe rápido está mais que presente. Porque raio quero estar a magoar-me e pensar no que não devo? Porque pensar no facto de não estar com a família? Ou o porquê de não me sentir feliz? Digo-vos: este ano tenho imenso a agradecer mas sejamos sinceros, é apenas mais um dia e número, não é?

Não quero dizer que não adoro fazer anos! Eu adoro! O resto é que vem depois e há que saber lidar com o sentimento de tudo…

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.