Crítica “O Guardião Invisível” de Dolores Redondo

250xCom uma premissa interessante e filosofia pensada, acredito que este livro poderia ter sido muito mais. A história em si é completa, quer em detalhe, quer em personagens ricas em passados carregados de carácter. Torna-se bastante fácil quer gostar quer odiar pelos diálogos bem escritos e confrontos capaz de fazer remoer o espírito.

Contudo, em diversos momentos do livro, achei a escrita apressada, como se faltassem parágrafos inteiros. Não achei de todo fácil no início, e se estou habituado a ler livros tendo o barulho de uma praia movimentada, com este livro, foram diversas as vezes que tinha de recomeçar uma página pelas transições mal feitas. Em termos de ação é também bastante parado. Temos crimes bem idealizados e com a promessa de figuras mitológicas para grande parte da história. Todavia, isso parecer ser ignorado e sem nada de relevante quase a acontecer. Sem dúvida que o título assenta que nem uma luva já que o Guardião, era mesmo invisível.

Estou curioso para ver o filme, já para ler os próximos livros, a vontade não é tanta…

Minha classificação: 3/5

Classificação média Goodreads: 3,78/5

Wook

One Reply to “Crítica “O Guardião Invisível” de Dolores Redondo”

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.