Vivências Anormais #15 – Não sou como os outros…

Boa tarde, como estão?

Pois é, foi com um grande atraso (visto que o post não quis ficar Agendado) mas hoje tenho já um texto “novo” para vocês !, e já que estava na hora de mais 😀 . Mas vá, vamos à devida introdução para os novos leitores para depois se deliciarem…

Pois bem, não tardou o sucesso dos textos anteriores, (eu bem vos tinha avisado 😀 ), e já vos trago mais um texto! Pois é… é mesmo isso. Serão dois por semana 😀 .

Para os que não sabem do que falo, iniciei no final do ano passado uma rúbrica em que publicarei aqui no blog textos que o Ricardo Sousa publicou originalmente no seu blog, Vivências Anormais, não só pela amizade que temos, mas pelo grande amor que nutrimos à escrita e de como queremos evoluir nesse mundo. Claro que as publicações mais recentes irão apenas estar aqui lá mais para a frente, mas tenho a certeza absoluta de que, depois deste, irão a correr ler todos os outros de uma ponta à outra. 😀

Para relerem então os primeiros textos, basta carregarem AQUI (ou nos links mais acima – este vai levar-vos às publicações originais no blog do Ricardo).

Sem mais demoras, deixo-vos assim com o “novo” texto:

Não sou como os outros…

Não sou uma pessoa fácil de aturar. Admito isso. E, provavelmente não facilito as coisas para ti. Sou um pouco difícil às vezes. Pode parecer que não te quero e que não te amo mas a verdade é que amo. Sou um desafio, porque não sou o tipo de pessoa que deixa que os outros me pisem. Não sou o tipo de pessoa que atura as “merdinhas do” dia-a-dia. Não sou o tipo de pessoa de dar graxa e dizer coisas por dizer. Quando digo algo, sinto-o. Se as pessoas a meu redor são otárias, então que remédio tenho eu senão expulsá-los da minha vida? Deixar-me viver na ignorância e ser falso? Não. Sou bom demais para isso.

Sou chato. Sou hilariante. E, por vezes, sou aquela pessoa que adoras odiar. Faço-te gritar e querer dar murros nas paredes. Posso arruinar-te o dia mas mesmo no último minuto faço por tudo para que seja o melhor dia da tua vida. Torno-te louco e, nem sempre mas consequentemente, acabas por ter raiva de mim mas o que é a vida sem algum sentimento?

Mas sabes? Apesar disso tudo, existe um lado fantástico meu. A sério que sim! Tenho um enorme coração e estarei sempre lá para ti. Mesmo com a minha vida cheia de nós e de percalços farei de tudo para te ouvir e para te amar. Nunca deixarei de cuidar de ti, nem mesmo quando me afastares. A minha vida acaba por estar ligada à tua. Mas sejamos realistas, a quem é que isso não acontece?

És diferente de todas as outras pessoas e eu adoro isso…

É refrescante encontrar alguém que não só acompanha as minhas loucuras, mas que é diferente de todos neste mundo em que são todos praticamente iguais.

-Ricardo Sousa

Gostaste? Adoraste? Queres opinar? Comenta ou partilha 🙂 .
Não consegues aguentar por mais? Visita o blog em http://vivenciasanormaisricardosousa93.blogs.sapo.pt
Beijos e abraços,
Diogo Simões 🙂

 

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.